Material handling industry solutions for retail and wholesale

ELAS FAZEM ACONTECER - COM NORMA FABBRI

MULHERES NA LOGÍSTICA

Será que falta oportunidade ou coragem para assumirem cargos de alta responsabilidade?

Durante o mês da mulher, nós consultamos a opinião de mulheres que encontraram sua paixão por áreas onde existe predominância masculina, como é o caso de Norma Fabbri – Sub-Gerente de Operações na empresa Ransa Perú.

Norma Fabbri é uma mulher apaixonada por gestão de pessoas e pela organização de atividades. Decidiu estudar economia por considerar uma disciplina ampla e que lhe deu a oportunidade de se envolver em questões sociais. Tanto no ambiente acadêmico como no trabalho, se deparou com um grande número de pessoas do gênero masculino:

  “Várias vezes eu fui a única mulher na sala: isso aconteceu durante toda a minha preparação acadêmica e também em outros níveis […] sempre foi um desafio fazer com que meus colegas e líderes confiassem no meu trabalho e nas minhas habilidades profissionais. Acredito que isso gerou um maior esforço da minha parte, mais do que para outras pessoas”.

Atualmente, vemos mudanças importantes em termos de igualdade de gênero. Norma explica que durante os seus anos de profissão, houveram muitos avanços: “hoje em dia podemos encontrar mulheres no universo logístico em todos os níveis, […] não há tanta estranheza quando uma mulher lidera grupos ou dá instruções de trabalho, porém, ainda trata-se de uma minoria.”

Tende-se a pensar que há apenas falta de oportunidades nas empresas ou que o governo e a sociedade em geral são as causas das injustiças de gênero. No entanto, existem fatores humanos relevantes que precisam ser compreendidos a fim de transformar ainda mais a situação das mulheres na sociedade. Sobre isto, Norma comenta: “Creio que nós, mulheres, não nos sentimos tão seguras para assumir posições de liderança na sociedade e nas empresas em geral […] As mulheres se destacam por sua visão ampla e ao mesmo tempo que podem enxergar todos os aspectos, também possuem a capacidade de identificar os detalhes. Esta perspicácia ajuda na gestão de pessoas e no planejamento. Eu me identifico com isso, e é umas das principais contribuições que posso entregar como parte e líder de uma equipe.”

Norma nos contou suas experiências através de um ponto de vista particular que resulta em motivação para mulheres que buscam desdobrar seus talentos em qualquer área que lhes interessa. Diante disto, o medo ainda se destaca como um dos principais obstáculos, pois “a capacidade, o talento e a sensibilidade já possuimos”, acrescenta Norma.

A campanha “Mulheres na Logística” convida todas as pessoas a descobrirem uma nova sociedade com a confiança e o poder feminino.


ESCUTE A ENTREVISTA COMPLETA AQUI (EM ESPANHOL)


norma_WebSite.png

Norma Fabbri é uma mulher apaixonada pelo trabalho com as pessoas e pela organização de atividades. Ela é economista, com mestrado em Gestão do Agronegócio e Alimentos pela Universidad del Pacífico. Possui também um diploma em Supply Chain pela Ohio State University e pós-graduação em Enconomia, Desenvolvimento Regional e Comercial pela Universidad Nacional Mayor de San Marcos, no Peru.

Ela dedicou grande parte de sua vida profissional à Ransa, principal operadora logística do Peru, e com presença em diversos países latino-americanos. Hoje, atua como Sub-gerente de Operações. Ela também é casada e tem 3 filhos pequenos.

Contato

SAIBA MAIS
[---Error_NoJavascript---]