Mobilidade

Além do transporte de pessoas, mercadorias e informações, a mobilidade inclui também a flexibilidade mental crescente como, por exemplo, em relação a questões como escolha de carreira, mudança de fase da vida e aprendizagem. Para muitas áreas profissionais do futuro, a aprendizagem com flexibilidade espacial e cognitiva, serão requisitos fundamentais em concorrência com máquinas e trabalhos bem remunerados.

Desenvolvimentos:

  • A capacidade de concorrência das empresas e funcionários em um mundo globalizado depende, em grande parte, da mobilidade. As estruturas das empresas globalizadas tornam-se cada vez mais fluidas e semelhante a enxames.

  • As pessoas exigem mobilidade 24 horas por dia. O metrô da cidade de Viena, por exemplo, funciona 24 horas por dia. As novidades relacionadas à mobilidade e os modelos de negócio como o CarSharing (compartilhamento de carros) estão a ganhando terreno. O número de usuários de CarSharing na Europa aumentará de 0,7 milhões em 2011 para 15 milhões em 2020.

  • Mais mobilidade também representa um maior impacto ambiental, e exige o desenvolvimento de novas tecnologias sustentáveis.

  • A procura de um lar, estabilidade e de um verdadeiro sentido de aproximação é uma tendência contrária à mobilidade. A coordenação e comunicação irão se intensificar drasticamente devido ao crescente número de funcionários colaborando em projetos a partir de diferentes localidades. Em consequência disso, a “vigilância” será uma força estabilizadora.

[---Error_NoJavascript---]